sábado, 30 de maio de 2009

Religando em Celtibérico: Rituais falados no idioma dos Ancestrais....



Slania!
Tenho aprendido muito com o amigo Marcílio Diniz, principalmente no grupo Reconsceltica, do Yahoo, que ele criou, e em nossas conversas, sobre o idioma dos antigos celtibéricos. Como sempre digo pro povo em nosso círculo: inúmeras são as Iniciações pelas quais passamos em nossa jornada....e aprender Keltiberika tem sido uma jornada iniciática única. Para quem como este que vos tecla, que se encanta com tudo aquilo que possa nos aproximar ainda mais da Sabedoria dos Ancestrais, poder cantar a Eles, aos Deuses de nossa gente, no idioma em que também cantavam, tem sido uma experiência abençoada, sagrada....

Depois de ter utilizado alguns dos hinos, invocações e cânticos que o Marcílio, nosso querido Bardo de Ypuarana, compôs, confesso que fiquei tentado, e me arrisquei a escrever algumas coisinhas também.....rsrs....sempre, CLARO, me reportando a ele, para que me ajude a elucidar onde estou a escorregar na gramática, entre outros...

O saldo disso até agora foram alguns cânticos curtos, espécies de mantras, que tenho utilizado nos ritos do culto doméstico, e no dia-a-dia, com muito êxito. Deixo alguns abaixo:

A todos os Deuses do Povo:

Olloi deiuoi deiuaskue
ansonas geneis
nos anesonti
uta klansonti!

"Que Todos os Deuses assim como as Deusas
De nossa Gente
Nos protejam
E nos iluminem!"

A Candeberônio, Deus da Luz e do Saber:

Io Kandeberonios
ueizom nos zizeti
ekue nertom boudimkue (ou 'boudiamkue').
Io Kandeberonios
nos klanseti
uta ansonam trebiam aneseti!

"Que Candeberônio
Nos dê Sabedoria
Assim como Força e Vitória
Que Candeberônio
Nos ilumine
E proteja a Nossa Casa!"

Cântico a Cabar ( Kabaros ), Deus Bode Lusitano, Senhor da Sabedoria e das Bruxas:

Io Kabaros britui me zizeti
ekue kailom ueizomkue
uta skota klanseti!

"Que Kabaros me dê o Dom de Encantar
Assim como o Presságio e a Sabedoria
E ilumine as trevas!

Cântico a Crouga Magareaigo, Deus ibérico lusitano da destruição e da Magia:

Io Krouga Magareaikos,
ansonas toutas deiuos,
ansonus namatus damnati!
Io Krouga Magareaikos
danum britui zizeti (dê o dom para encantar)
ekue kailom boudimkue!

Que Crouga Magareaigo
Deus de Nossa Tribo
Prenda/amarre nossos inimigos!
Que Crouga Magareaigo
Nos dê o Dom de Encantar
Assim como o Presságio e a Vitória!

Cântico para Badb ( Badimas ) Deusa da Guerra, Senhora dos Corvos de Batalha:

Ia Katubodua Rigania Badiba
nertom ekue latum boudimkue
nos zizeti
uta ansonas trebias aneseti!

>"Que Badimas Rainha dos Corvos de Batalha
Nos dê Força assim como Vigor e Vitória
E proteja Nossa Casa!"

Cântico a Coventina, Deusa Lusitana da Cura e da Saúde:

Ia Kouenteina akuas deiua
iakas nos zizeti
ekue nos iskanti!

"Que Coventina Deusa das Águas
Nos dê Cura
E nos lave/purifique!"

Em breve postarei mais alguns cânticos no idioma de nossos Ancestrais de Celtibéria.

Ios Deiuum Deiuaumkue nos kalantiseti! ( Que os Deuses assim como as Deusas nos iluminem! ).

Raven Luques McMorrigú.